Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Livros>Resumo de "A árvore que dava dinheiro"

"A árvore que dava dinheiro"

Resumo do Livro   por:Lual     Autor : Domingos Pellegrini
ª
 
”A árvore que dava dinheiro”Domingos Pellegrini Resumido por Lual Mesclado de fantasia e realidade, destacando a ambição e a ansiedade do homem pela fortuna fácil nasce “A árvore que dava dinheiro”. Havia no povoado Felicidade, um velho rico, mas unha-de-fome. Morava num belo sobrado que comprara da viúva do fundador desse lugar. Vivia numa extrema economia que chamava a atenção das pessoas. Almoçava sempre feijão com chuchu e jantava chuchu com arroz. Comprou muitas casas e tomou posse de outras, que emprestando dinheiro a juros, tomava-as dos que não podiam lhe pagar. Quando morreu, agitou o povoado. Todos o velaram esperando a sua parte. Deixou o sobrado para a sua velha empregada e as casas alugadas para os próprios inquilinos. Era lua cheia e noite estrelada. Fizeram uma festa com muita euforia. Pobre cadáver: foi enterrado como indigente num caixão sem verniz e sem flores. Deixou três sementes para que plantassem em cerimônia pública. Fazia parte do testamento. Das três sementes, apenas uma vingou. Cresceu rápido, aguada por um cachorro, desenvolveu uma flor de uma pétala só: uma nota de dinheiro. Foi encontrada por um garoto que a levou à sua mãe, a qual pôde assim, suprir algumas carências de sua casa. Certo dia, mediante um vendaval, caíram muitas notas ainda inacabadas, provocando um corre-corre de gente olhando o chão, procurando a outra parte de suas notas. Daí então, sempre ocorria de alguém encontrar algumas notas no chão, embora não intencionalmente, porém ninguém comentava um com o outro. Quando as notas voltaram a cair, a multidão avançando pegava suas notas e pedaços de galhos para plantar em suas casas. Estavam enlouquecidos: queriam aquele tesouro mais ao seu alcance. As plantas começaram a se reproduzir. Chegou a primavera. Olhavam ansiosos as flores que brotavam no cume da árvore, de olhos duros, sem piscar, aguardando as notas voarem. Parecia uma eternidade! O povoado ficou cheio de dinheiro e de compras. Os comerciantes aumentavam exorbitantemente o preço de suas mercadorias. Todos se fartavam. Após um certo tempo, os comerciantes só queriam aceitar moedas, criando um problema para o povo. Passaram a fazer trocas de mercadorias, conforme as necessidades. A localidade encheu-se de turistas curiosos para conhecer as árvores que davam dinheiro.
O povoado cresceu, ficou agitado, parecia uma cidade. Começaram a vender os seus produtos para os turistas, recebendo o que eles chamavam de “dinheiro de verdade”. O das árvores voavam, espalhavam-se e apodreciam. Estavam todos muito ocupados produzindo e vendendo suas mercadorias: comidas, bebidas, crochês, bordados, etc. Os produtos dos sítios: cereais, frutas, frangos, ovos ... Um sobrado virou hotel; um casarão, pensão; quartos-de-despejo, quartos de aluguel. Nas ruas, um trânsito de carros, ônibus, charretes, motos e bicicletas. Surgiram as primeiras agências bancárias. Coscientizaram-se de que “dinheiro chama dinheiro”. As árvores pararam de dar dinheiro. Desesperados passaram a colar nos galhos, as notas que encontravam no chão dos quintais e do lixo, para enganar os turistas. Depois, a vender-lhes as notas. E assim, o lucro continuava. As folhas das plantas, ou seja, o dinheiro acabou definitivamente. O trânsito morreu, o movimento acabou. A igreja voltou a badalar o sino. Todos podaram raízes e galhos de suas plantas. Homens, mulheres e crianças não tinham mais o que fazer. As árvores voltam a crescer, porém uma praga de lagartas devoram suas folhas. Depois uma praga de gafanhotos devoram as lagartas. As plantas cresceram invadindo os espaços: quintais, ruas, estradas, campos ... Ficou uma imagem torcida de galhos e de folhas, mas sem flores. Nada produzia. Agora em Felicidade, seus habitantes arrancavam tudo e queimavam. O clima tornou-se insuportável. O mato secou, a terra murchou e virou pó. Veio uma enxurrada que alagou tudo, e os resíduos de sementes: sementes-projéteis; sementes-vagens, sementes-pára-quedas, sementes no bico dos pássaros, no vento e nas águas viraram novamente plantas copadas que, desta vez, deram suculentas e gostosas frutas que todos apreciaram. Aproveitando, também, nos sucos, doces e geléias, e Felicidade voltou à sua vidinha alegre e tranqüila.
Publicado em: 17 março, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    qual é o tipo de narrador desse livro ??? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o povo soube fazer o uso da arvore? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    em que local acontece ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    em felicidade quinta-feira, 22 de maio de 2014
  1. Responda   Pergunta  :    quem e o protagonista Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quais são os persongens principais ? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    plais sao os personagens principais Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quais sao os personagens principais Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    opinião critica Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    como voce sabe fazer um resumo me ensina Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    e da mais muito obrigada vc me ajudo a saber oque era pra fazer Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
  1. 61. mariana

    "A árvore que dava dinheiro"

    vc fez perfeito pode me ensinar kkk vc e inteligente de mais

    1 Classificação quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014
  2. 60. myrella

    a arvore que dava dinheiro

    por favor eu imploro apaguem urgente na quinta-feira da semana que vem vcs colocam novamente eu sei que é dificil mas eu sou uma ajudadora do site.meu professor está olhando na internet os resumos e se ele achar o meu ele me mata. por favor

    3 Classificação quinta-feira, 17 de outubro de 2013
  3. 59. lethycia

    a árvore que dava dinheiro

    é uma história ótima de matar

    2 Classificação segunda-feira, 23 de setembro de 2013
  4. 58. lucia

    livro a arvore que dava dinheiro

    gostei muito desse resumo.bem completo.otimo.parabens para quem o escreveu e postou.valeu

    4 Classificação quinta-feira, 11 de julho de 2013
  5. 57. bianca

    a historia

    quem achou a primeira nota de dinheiro ?

    5 Classificação segunda-feira, 13 de maio de 2013
  6. 56. cleverton gomes

    muito legal

    amei esse resumo

    2 Classificação quarta-feira, 24 de abril de 2013
  7. 55. thais

    professora civeria

    passa pergunta dificil nao

    2 Classificação quinta-feira, 4 de abril de 2013
  8. 54. luluzinha

    resumo

    muito bom so achei que teria que ter mais alguns detalhes mais mesmo assim esta otimo para um resumo!

    3 Classificação sábado, 30 de março de 2013
  9. 53. matheus

    legal

    esse é o melhor site de resumos da internet deixo ele no meu favoritos todos os resumos que precisei tem nesse site ,parabéns pelo trabalho.

    3 Classificação quinta-feira, 21 de março de 2013
  10. 52. josé luiz mimmel

    livro

    uma historia muito boa me fez imaginar um milhao de coisas gostei mutio que pena que eu nao consegui comprar o livro!!!!

    4 Classificação quarta-feira, 10 de outubro de 2012
X

.