Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Livros>Resumo de QUEM MANDOU MATAR AMILCAR CABRAL ?

QUEM MANDOU MATAR AMILCAR CABRAL ?

Resumo do Livro   por:zorgatodelamuzoj     Autor : Jose Pedro CASTANHEIRA
ª
 
Passados 22 anos o escritor José Pedro Castanheira, após varias investigações sobre o assassinato do Lider Histórico Africano Amílcar Cabral, decidiu publicar este Livro, para melhor nos esclarecer sobre a morte do Fundador do PAIGC ( Partido Africano da Independência da Guiné Bissau e Cabo Verde. Pois descobriu-se três cabecilhas conhecidos como Cani, que foi quem premiu o gatilho, Mamadu Turé e Aristides Barbosa. Apenas se sabe onde, quando e porquê o crime foi perpetrado. Mas continua uma incógnita por saber quem realmente esteve por detrás destes homens do horroroso crime naquela noite de 20 de Janeiro de 1973 em Conakri. Na lista dos suspeitos havia muitos nomes, tais como a PIDE, Guerrilheiros destacados na luta armada, um ex-presidente do PAIGC e até o próprio Sekou Touré, que horas depois recebeu os golpistas no seu Palácio e detidos algumas horas depois. Realmente nas longas e minuciosas investigações constatou-se que quase ninguém sabe ou não quer saber; uns são incomunicáveis, outros acham que inoportuno o momento e alguns simplesmente recusam falar, e vários alegam não se lembrarem de nada. – No entanto Cabral já tinha declarado em Argel : “ Se um dia eu for assassinado, sê-lo-ei provavelmente por um homem do meu povo, do Partido e provavelmente da primeira hora” .
Apesar que se sabe que Amilcar Cabral, um dos principais dirigentes dos Movimentos de Libertação das Colónias portuguesas, foi assassinado por um companheiro de luta, fuzilado depois, juntamente com cerca de uma centena de conspiradores. Mas, no entanto, o que nunca se soube quem foi que o mandou executar, quem na sombra preparou o horrendo crime e tentou um golpe de estado no interior do PAIGC. – Pergunta-se, qual foi o papel do despótico Presidente da República da Guiné Conakri? Como é do conhecimento de todos, Sekou Touré não suportava a grande projecção internacional de Cabral e a sua ligação à cultura portuguesa. Sabe-se também que a PIDE/DGS pôs a cabeça de Cabral a prémio. Será que os militares portugueses são alheios a este drama? – O que se sabe até agora, apesar de tudo ter sido feito, para descobrir quem realmente mandou matar Amilcar Cabral, continua um mistério.- Em tudo caso é sempre necessário uma homenagem a uma grande figura da História da África contemporânea comparável a Nelson Mandela.
Publicado em: 06 fevereiro, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.