Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Livros>Resumo de Experiência Quase Morte! Após coma, pessoas relatam incriveis acontecimentos!Real ou Sobrenatural?

Experiência Quase Morte! Após coma, pessoas relatam incriveis acontecimentos!Real ou Sobrenatural?

Resumo do Livro   por:Fabiano2008     Autor : Autor Desconhecida
ª
 
Em 1991, Pam Reynolds, moradora de Atlanta, Georgia, teve uma experiência de quase morte (EQM). Reynolds se submeteu a uma cirurgia de aneurisma cerebral e o procedimento exigiu que os médicos drenassem todo o sangue de seu cérebro. Ela foi mantida literalmente com morte cerebral pela equipe médica durante 45 minutos. Apesar de ter estado clinicamente morta, quando foi ressuscitada ela descreveu coisas incríveis. Relatou experiências que teve enquanto estava morta, como conversar com parentes mortos. O mais surpreendente de tudo é que Reynolds conseguiu descrever aspectos do procedimento cirúrgico, como a serra de ossos usada para remover parte de seu crânio . O que é extraordinário (embora não seja único) no caso de Reynolds é que se trata de uma combinação de experiência de quase morte e experiência fora do corpo (EFC). A ciência também progrediu na explicação desses estranhos fenômenos. Dois estudos sobre esses dois aspectos da experiência de Reynolds aconteceram em 2007. Cada um parece explicar como uma pessoa pode ter uma EQM, mas explicam experiências como as de Reynolds? ­­ Aproximadamente 18% das pessoas trazidas novamente da morte após um ataque cardíaco disseram ter tido uma EQM. Muitos religiosos podem não se surpreender com essas descrições, mas a idéia de que a consciência e o corpo humano existem separadamente intriga a ciência. Uma pessoa com morte cerebral não deveria ser capaz de formar novas memórias - ela não deveria ter nenhum tipo de consciência, na verdade. Então, como pode algo além da metafísica explicar as EQMs? Um estudo da Universidade de Kentucky rapidamente ganhou território entre os cientistas como possivelmente a melhor explicação para as EQMs. Os pesquisadores dessa universidade teorizaram que o misterioso fenômeno é, na verdade, um exemplo de disfunção do sono, invasão de movimento rápido dos olhos ou invasão MRO. Nesse distúrbio, a mente de uma pessoa pode acordar antes de seu corpo, tendo alucinações e a sensação de estar fisicamente solta do corpo. Os pesquisadores de Kentucky acreditam que as EQMs são, na verdade, invasões MRO acionadas no cérebro por eventos traumáticos, como ataques cardíacos. Se isso for verdade, significa que as experiências de algumas pessoas após a quase morte são uma confusão por terem entrado rápida e inesperadamente em um estado de sonho. Essa teoria ajuda a explicar o que sempre foi um aspecto complicado sobre as EQMs: como as pessoas podem experienciar visões e sons depois de confirmada a morte cerebral? A área em que a invasão MRO é acionada fica no tronco cerebral - região que controla a maioria das funções básicas do corpo - e ela pode funcionar independentemente da parte superior do cérebro. Então, mesmo depois de as partes superiores do cérebro terem morrido, o tronco cerebral pode continuar funcionando e a invasão MRO ainda pode acontecer. A junção temporal parietal e as EFCs A teoria da invasão MRO para as experiências de quase morte explica as aparentes alucinações que acompanham as EQMs, ao passo que outro aspecto continua sendo um mistério. Como uma pessoa pode ver seu corpo depois de ter morrido? Embora as experiências fora do corpo tenham sido, algumas vezes, relatadas como parte de experiências de quase morte, elas também podem acontecer sozinhas, indicando que são diferentes das EQMs.
Isso foi descoberto em uma pesquisa quase acidental. Para descobrir a causa dos ataques epiléticos de uma paciente de 43 anos, o neurologista suíço Olaf Blanke fez um teste de mapeamento cerebral usando eletrodos plantados no cérebro para determinar que área controlava determinadas funções. Enquanto uma região era estimulada, a mulher teve uma repentina experiência fora do corpo. Ela di
Publicado em: 31 janeiro, 2008   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    Se a pessoa passa por uma experiência como está, com certeza ela vai ter uma sensação de que já está em outra dimensão, mas como será que nosso cérebro consegue captar imagens sobrenatuais. Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    quando uma pessoa esta em coma o espirito dela ve os acontecimentos em torno dela ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    um carro avançou o sinal e me pegou,3 traumatismos crânianos e coágulos,perna,costela e pé quebrados=operação neurológica de vida ou morte.vi pessoas saindo de espelhos,espíritos,anjo e demônios dentro do hospital,em coma minha tia orou ao meu lado e chorei,um amigo conversou comigo segurando minha mão:"fica bom logo para podermos tocar violão juntos o amigo vai embora mas eu volto amanhã,"foi quando eu segurei e apertei as mãos dele,fiquei 10 dias em coma e 3 internado, sou objeto de estudoHMSA sábado, 29 de setembro de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    podemos sentir a mente fora do corpo sem uma experiencia quase morte,estando só dormindo ou até mesmo acordado? ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    Na realidade sim, podemos, algumas pessoas, tem o dominio, o poder ou o dom de se deslocar, com o espirito para qualquer lugar que queiram! quinta-feira, 9 de dezembro de 2010
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.