Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Livros>Resumo de O QUE É ETNOCENTRISMO

O QUE É ETNOCENTRISMO

Resumo do Livro   por:RosedeCastro     Autor : Everardo P. Guimarães
ª
 
É uma visão do mundo onde o “nosso grupo” é tomado como centro de tudo e todos os outros são pensados e sentidos através dos nossos próprios valores e nossas definições do que é existência. No plano intelectual, pode ser visto como a dificuldade de pensarmos a diferença; no plano afetivo, como sentimentos de estranheza, medo, hostilidade, etc. O etnocentrismo é a procura de sabermos os mecanismos, as formas, os caminhos e as razões pelos quais tantas e tão profundas distorções se perpetuam nas emoções, pensamentos, imagens e representações que fazemos da vida daqueles que são diferentes de nós. De um lado, conhecemos um grupo do “eu”, o “nosso” grupo, que come igual, veste igual, gosta de coisas parecidas, ou seja, um reflexo de nós. Depois, então, nos deparamos com um grupo diferente, o grupo do “outro”, que às vezes, nem sequer faz coisas como as nossas ou quando as faz é de forma tal que não reconhecemos como possíveis. E, mais grave ainda, este “outro” também sobrevive à sua maneira, gosta dela, também está no mundo e ainda que diferente, também existe. O grupo do “outro” fica como sendo engraçado, absurdo, anormal ou ininteligível. E a sociedade do “eu” é a melhor, a superior. O “outro” é o “aquém ou o além, nunca o “igual” ao “eu”“. Privilegiamos ambos as funções estéticas, ornamentais, decorativas de objetos que, na cultura do “outro” desempenhavam funções que seriam principalmente técnicas. O etnocentrismo passa por um julgamento de valor de cultura do “outro” nos termos da cultura do grupo do “eu”. Um famoso cientista do início do século, Herman von lhering, justificava o extermínio dos índios Caianguangue por serem um empecilho ao desenvolvimento e à colonização das regiões do sertão que eles habitavam. Tanto no presente como no passado, tanto aqui como em vários lugares, a lógica do extermínio regulou infinitas vezes, as relações entre a chamada “civilização ocidental” e as sociedades tribais. Cada um traduz nos termos de sua própria cultura o significado dos objetos cujo sentido original é forjado na cultura do “outro”. Ao “outro” negamos aquele mínimo de autonomia necessária para falar de si mesmo. E por não poderem dizer algo de si mesmos, acabam representados pela ótica etnocêntrica e segundo as dinâmicas ideológicas de determinados momentos. Assim são as sutilezas, violências, persistências do que chamamos etnocentrismo. Os exemplos se multiplicam no cotidiano. A “indústria cultural” está freqüentemente fornecendo exemplos de etnocentrismo. Rotulamos e aplicamos estereótipos através dos quais nos guiamos para o confronto cotidiano com a diferença. Como as idéias etnocêntricas que temos sobre as “mulheres”, os “negros”, os “empregados”, os “paraíbas de obras”, os “colunáveis, entre outros”. Assim, como o “outro” é alguém calado, a quem não é permitido dizer de si mesmo, mera imagem sem voz, manipulado de acordo com desejos ideológicos, o índio é, para o livro didático, apenas uma forma vazia que empresta sentido no mundo dos brancos. Em outras palavras, o índio é “alugado” na História do Brasil para aparecer em diversos papéis. Como também ocorreu na colonização do Brasil por Portugal. Existem idéias que se contrapõem ao etnocentrismo. Uma das mais importantes é a da relativização. A Antropologia sempre soube conhecer a diferença, não como ameaça a ser destruída, mas como alternativa a ser preservada, seria uma grande contribuição ao patrimônio de esperanças da humanidade; O etnocentrismo se conjuga com a lógica do progresso, com a ideologia da conquista, com o desejo da riqueza, com a crença num estilo de vida que exclui a diferença. Mas, a “diferença” é generosa. Ela é o contraste e a possibilidade de escolha. O objetivo de qualquer sistema de produção é fazer subsistir os indivíduos que dele fazem parte. Esta imagem de uma sociedade esmagada por uma incapacidade de maior produção é que se encontra por trás da noção de economia de subsistência se traduz, neste sentido, em economia de sobrevivência ou, mais diretamente, de miséria. Aqui podemos Ter o exemplo do significado ao respeito aos dados etnográficos, dados obtidos pelo trabalho de campo, que podem transformar a teoria antropológica. Para uma sociedade – a nossa – que tem o objetivo da acumulação sistemática, uma outra – a deles -, que não pratica esta acumulação, seria necessariamente pobre e miserável. Perceber que as sociedades tribais não acumulavam, não porque não podem, mas porque não querem, porque fizeram uma opção diferente, é perceber o “outro” na sua autonomia. Quaisquer que sejam as possibilidades da antropologia ela, ao menos, livrou-se, definitivamente de confundir a singularidade cultural da sociedade do “eu” com todas as formas possíveis de existência do “outro”. Enfim, o etnocentrismo é exorcizado. O mundo no qual a Antropologia pense se torna complexo e relativo. Chegamos ao ponto de voltar dessa viagem. A ida ao “outro” se faz alternativa para o “eu”.

Rose de Castro
Publicado em: 15 novembro, 2007   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
  1. Responda   Pergunta  :    eu quero o plano apresentado para defenir etnocentrismo Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    o que é etnocentrismo ? resumo Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    A que se refere o pensamento etnocêntrico? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    entao etnocentrismo é o centro das coisas? eu nao consigo entender isso direito Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    a participação de hitler no etnocntrismo Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    de um exemplo de atividade etnocent ( 1 Responda ) Veja tudo
  1. Responda  :    o caso do conhecido Filme Hotel Ruanda esse é um exemplo vivo do etnocentrismo. sexta-feira, 17 de agosto de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    o que é relativizacão? Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    Quais são os exemplos do etnocentrismo? ( 2 Respostas ) Veja tudo
  1. Responda  :    temos varios! quarta-feira, 13 de março de 2013
  1. Responda  :    muitos sexta-feira, 1 de junho de 2012
  1. Responda   Pergunta  :    A ida ao “outro” se faz alternativa para o “eu”. 24 Veja tudo
  1. Responda   Pergunta  :    de que livro e de que autor é esse resumo? Veja tudo
Traduzir Enviar Link Imprimir
  1. 23. kauani

    escola

    prigado eu pressisava promeu trabalho da escola

    3 Classificação domingo, 25 de março de 2012
  2. 22. JOSINEIDE

    ETNOCENTRISMO

    O CONCEITO É MUITO BOM MAS,CONFUDE MUITO A CABEÇA DO LEITOR POIS,SAO MUITAS INFORMAÇOES DESENCADEADAS PARA UM RESUMO...

    4 Classificação quarta-feira, 26 de outubro de 2011
  3. 21. Louco por sociologia .

    Etcnocentrismo .

    Acho que poderia ser mais exato , Porém amei a Explicação .

    3 Classificação sexta-feira, 8 de julho de 2011
  4. 20. camila ayumi

    Etnocentrismo

    É muito legal saber dessas informações, pois sabemos que, no cotidiano, muitas pessoas de aquisitivo alto, nos trata como ''inferiores''...

    2 Classificação terça-feira, 24 de maio de 2011
  5. 19. Nelzi

    Etnocentrismo

    Muito bom seu resumo, abrange de forma clara e objetiva o assunto.

    3 Classificação sexta-feira, 20 de maio de 2011
  6. 18. jonatas

    etnocentrismo

    meus 30 pontos de trabalho está garantido! valeu

    1 Classificação sexta-feira, 6 de maio de 2011
  7. 17. samuel

    agradecer

    obrigado,eu precisava disso para estudar para a prova!!!

    2 Classificação quarta-feira, 13 de abril de 2011
  8. 16. Juliana

    etnocentrismo

    obrigada foi muito útil. "VALEU!!!!!!!!!!!!"

    3 Classificação domingo, 3 de abril de 2011
  9. 15. Julia

    etnocentrismo

    É A POSIÇÃO EM QUE SOMENTE SUA CULTURA QUE VALE. Obrigada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    2 Classificação domingo, 3 de abril de 2011
  10. 14. paulo

    muito obrigado

    de facil compreenção e de grande auxílio

    4 Classificação quinta-feira, 10 de abril de 2008
X

.