Procurar
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Criar uma conta no Shvoong começando do zero

Já é um Membro? Entrar!
×

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

ou

Não é um membro? Registrar-se!
×

Registrar-se

Use sua conta no Facebook para registrar-se mais rápido

ou

Entrar

Entrar usando sua conta no Facebook

Shvoong Home>Livros>Resumo de COMÉDIAS PARA SE LER NA ESCOLA

COMÉDIAS PARA SE LER NA ESCOLA

Resumo do Livro   por:Victor Heofacker     Autor : LUIS FERNANDO VERISSIMO
ª
 
A dobradinha não podia ser melhor. De um lado, as histórias de um mestre do humor. Do outro, o olhar perspicaz de uma das mais talentosas escritoras do país, especialista em literatura para jovens. Ana Maria Machado, leitora de carteirinha de Luis Fernando Verissimo, releu durante meses textos do autor, e preparou uma seleção de crônicas capaz de despertar nos estudantes o prazer e a paixão pela leitura. O resultado pode ser conferido em COMÉDIAS PARA SE LER NA ESCOLA, uma rara e feliz combinação de talentos, indispensável para a sala de aula. A publicação é o segundo volume da Coleção Ver!ssimo. Num dos contratos mais importantes do mercado editorial brasileiro de 2000, a Objetiva adquiriu os direitos de edição de toda a obra de Luis Fernando Verissimo. Mais de 25 títulos serão reorganizados pela editora e lançados ao longo dos próximos anos. Personagens e histórias serão revistos e atualizados pelo próprio autor, novos títulos serão criados e outros resgatados para o leitor. Para cada livro, Ricardo Leite, designer da série, criará um boneco de barro de Verissimo, posteriormente fotografado para ilustrar a capa. Dessa vez, o autor aparece sentado num banco escolar, arremessando um aviãozinho de papel. A seleção de Ana Maria Machado em COMÉDIAS PARA SE LER NA ESCOLA permite ao leitor mergulhar no universo das histórias e personagens de Verissimo prestando atenção nos múltiplos recursos deste artesão das letras. A habilidade para os exercícios de linguagem ou de estilo pode ser conferida em crônicas como "Palavreado", "Jargão", "O ator" e "Siglas". A competência para desenvolver as comédias de erro está presente em "O Homem Trocado", "Suflê de Chuchu" e "Sozinhos". A mestria para criar pequenas fábulas, com moral não explícita, aparece em "A Novata", "Hábito Nacional" e "Pode Acontecer". A aptidão para resgatar memórias é a marca de "Adolescência", "A Bola" e "História Estranha".
E, por fim, o dom para abordagens originais de temas recorrentes revela-se em "Da Timidez", "Fobias" e "ABC". Em seu sensível texto de abertura, Ana Maria Machado observa: "Depois de ler este livro, duvido que algum jovem ainda seja capaz de dizer, sinceramente, que não curte ler. E, para não ficar achando que só gosta deste livro, que leia os outros do autor. Aposto que, em sua maioria, os novos leitores vão se viciar em livro e sair procurando outros textos, de outros autores. Com vontade de, um dia, chegar a escrever assim. Quem sabe? O Verissimo nunca pensou que ia ser escritor quando crescesse. Seu negócio era mesmo um bom solo de saxofone, instrumento em que ainda arrasa, escondido. Mas com essa história de ser músico, desenvolveu tanto o ouvido que acabou assim: hoje ele ouve (e conta pra nós) até o que pensamos, sentimos e sonhamos em silêncio. Em qualquer idade." Um dos mais respeitados cronistas brasileiros, Luiz Fernando Verissimo também se consagrou como escritor talentoso, imaginativo, de humor refinado. É autor de best-sellers inesquecíveis como "Comédias da Vida Privada" e "Clube dos Anjos", da coleção Plenos Pecados. Ana Maria Machado começou a escrever em 1969 e já publicou 105 livros, tanto para adultos como para crianças. Em 2000, ganhou com seu conjunto de obra o Prêmio Hans Christian Andersen, do IBBY (International Board on Books for YoungPeople), considerado o Nobel da Literatura Infanto-Juvenil.
Publicado em: 30 junho, 2007   
Por favor, avalie : 1 2 3 4 5
Traduzir Enviar Link Imprimir
X

.